Thunder of sound
  Todos os Canais 24/06/2018

Sudeste
Meta Contábil Assessoria (Brasil) - Meta Contábil Assessoria: Implantação eSocial – Cronograma Oficial
Cadastrada em: 19/02/2018 10:18:52
Meta Contábil Assessoria: Implantação eSocial – Cronograma Oficial
17704

Implantação eSocial – Cronograma Oficial

Etapa 1 - Empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões

Fase 1: Janeiro/18 - Apenas informações relativas às empresas, ou seja,

cadastros do empregador e tabelas

Fase 2: Março/18: Nesta fase, empresas passam a ser obrigadas a

enviar informações relativas aos trabalhadores e seus vínculos com as

empresas (eventos não periódicos), como admissões, afastamentos e

desligamentos

Fase 3: Maio/18: Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento

Fase 4: Julho/18: Substituição da GFIP (Guia de Informações à

Previdência Social) e compensação cruzada

Fase 5: Janeiro/19: Na última fase, deverão ser enviados os dados de

segurança e saúde do trabalhador

 

Etapa 2 - Demais empresas privadas, incluindo Simples, MEIs e

pessoas físicas (que possuam empregados)

Fase 1: Julho/18 - Apenas informações relativas às empresas, ou seja,

cadastros do empregador e tabelas


Fase 2: Set/18: Nesta fase, empresas passam a ser obrigadas a enviar

informações relativas aos trabalhadores e seus vínculos com as

empresas (eventos não periódicos), como admissões, afastamentos e

desligamentos

Fase 3: Nov/18: Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento

Fase 4: Janeiro/19: Substituição da GFIP (Guia de informações à

Previdência Social) e compensação cruzada

Fase 5: Janeiro/19: Na última fase, deverão ser enviados os dados de

segurança e saúde do trabalhador

 

Etapa 3 - Entes Públicos

Fase 1: Janeiro/19 - Apenas informações relativas aos órgãos, ou seja,

cadastros dos empregadores e tabelas

Fase 2: Março/19: Nesta fase, entes passam a ser obrigadas a enviar

informações relativas aos servidores e seus vínculos com os órgãos

(eventos não periódicos) Ex: admissões, afastamentos e desligamentos

Fase 3: Maio/19: Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento

Fase 4: Julho/19: Substituição da GFIP (guia de informações à

Previdência) e compensação cruzada

Fase 5: Julho/19: Na última fase, deverão ser enviados os dados de

segurança e saúde do trabalhador

Entenda o eSocial            

Obrigatório no país a partir de janeiro de 2018, o eSocial será a nova

forma de prestação de informações do mundo do trabalho que entrará

em vigor no Brasil e integrará a rotina de mais de 18 milhões de

empregadores e 44 milhões de trabalhadores. O eSocial é um projeto

conjunto do governo federal que integra  Ministério do Trabalho, Caixa

Econômica, Secretaria de Previdência, INSS e Receita Federal.

A iniciativa permitirá que todas as empresas brasileiras possam realizar o

cumprimento de suas obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias de

forma unificada e organizada, reduzindo custos, processos e tempo

gastos hoje pelas empresas com essas ações.

Na prática, o eSocial instituirá uma forma mais simples, barata e eficiente

para que as empresas possam cumprir suas obrigações com o poder

público e com seus próprios funcionários. Quando totalmente


implementado, o eSocial representará a substituição de 15 prestações de

informações ao governo – como GFIP, RAIS, CAGED e DIRF – por

apenas uma.

Além disso, o eSocial também não introduzirá  nenhuma nova obrigação

ao setor empresarial. As informações que serão encaminhadas ao

programa já precisam ser registradas hoje pelas empresas em diferentes

datas e meios, alguns deles ainda em papel.

Além dos avanços que traz ao setor produtivo – por meio da redução de

burocracia e do ganho de produtividade – o eSocial também beneficiará

diretamente a classe trabalhadora, uma vez que será capaz de assegurar

de forma mais efetiva o acesso aos direitos trabalhistas e

previdenciários.

A exemplo do módulo do eSocial voltado ao empregador doméstico, já

em funcionamento desde de 2015, está sendo desenvolvida uma

plataforma simplificada que também será direcionada a outras categorias

de empregadores como as micro e pequenas empresas, MEIs - micro

empreendedores individuais - e segurados especiais, por exemplo. 

Em relação aos MEIs, é importante esclarecer que o eSocial será

destinado apenas àqueles que possuam empregados. Sendo assim, a

partir de julho de 2018, quando o eSocial torna-se obrigatório para este

público, os micro empreendedores individuais continuarão usando o

SIMEI, o sistema de recolhimento dos tributos em valores fixos mensais

do Simples Nacional voltado para o microempreendedor, para geração

da guia de recolhimento relativa à sua atividade como MEI. Aliado a isso,

passarão a utilizar o eSocial para o cumprimento de obrigações

trabalhistas, fiscais e previdenciárias relativas ao trabalhador que

empregar .

http://portal.esocial.gov.br/noticias/esocial-sera- implantado-em- cinco-fases- a-

partir-de- janeiro-de- 2018

Etapa 1 - Empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões
Fase 1: Janeiro/18 - Apenas informações relativas às empresas, ou seja,
cadastros do empregador e tabelas
Fase 2: Março/18: Nesta fase, empresas passam a ser obrigadas a
enviar informações relativas aos trabalhadores e seus vínculos com as
empresas (eventos não periódicos), como admissões, afastamentos e
desligamentos
Fase 3: Maio/18: Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento
Fase 4: Julho/18: Substituição da GFIP (Guia de Informações à
Previdência Social) e compensação cruzada
Fase 5: Janeiro/19: Na última fase, deverão ser enviados os dados de
segurança e saúde do trabalhador
 
Etapa 2 - Demais empresas privadas, incluindo Simples, MEIs e
pessoas físicas (que possuam empregados)
Fase 1: Julho/18 - Apenas informações relativas às empresas, ou seja,
cadastros do empregador e tabelas
Fase 2: Set/18: Nesta fase, empresas passam a ser obrigadas a enviar
informações relativas aos trabalhadores e seus vínculos com as
empresas (eventos não periódicos), como admissões, afastamentos e
desligamentos
Fase 3: Nov/18: Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento
Fase 4: Janeiro/19: Substituição da GFIP (Guia de informações à
Previdência Social) e compensação cruzada
Fase 5: Janeiro/19: Na última fase, deverão ser enviados os dados de
segurança e saúde do trabalhador
 
Etapa 3 - Entes Públicos
Fase 1: Janeiro/19 - Apenas informações relativas aos órgãos, ou seja,
cadastros dos empregadores e tabelas
Fase 2: Março/19: Nesta fase, entes passam a ser obrigadas a enviar
informações relativas aos servidores e seus vínculos com os órgãos
(eventos não periódicos) Ex: admissões, afastamentos e desligamentos
Fase 3: Maio/19: Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento
Fase 4: Julho/19: Substituição da GFIP (guia de informações à
Previdência) e compensação cruzada
Fase 5: Julho/19: Na última fase, deverão ser enviados os dados de
segurança e saúde do trabalhador
Entenda o eSocial            
Obrigatório no país a partir de janeiro de 2018, o eSocial será a nova
forma de prestação de informações do mundo do trabalho que entrará
em vigor no Brasil e integrará a rotina de mais de 18 milhões de
empregadores e 44 milhões de trabalhadores. O eSocial é um projeto
conjunto do governo federal que integra  Ministério do Trabalho, Caixa
Econômica, Secretaria de Previdência, INSS e Receita Federal.
A iniciativa permitirá que todas as empresas brasileiras possam realizar o
cumprimento de suas obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias de
forma unificada e organizada, reduzindo custos, processos e tempo
gastos hoje pelas empresas com essas ações.
Na prática, o eSocial instituirá uma forma mais simples, barata e eficiente
para que as empresas possam cumprir suas obrigações com o poder
público e com seus próprios funcionários. Quando totalmente
implementado, o eSocial representará a substituição de 15 prestações de
informações ao governo – como GFIP, RAIS, CAGED e DIRF – por
apenas uma.
Além disso, o eSocial também não introduzirá  nenhuma nova obrigação
ao setor empresarial. As informações que serão encaminhadas ao
programa já precisam ser registradas hoje pelas empresas em diferentes
datas e meios, alguns deles ainda em papel.
Além dos avanços que traz ao setor produtivo – por meio da redução de
burocracia e do ganho de produtividade – o eSocial também beneficiará
diretamente a classe trabalhadora, uma vez que será capaz de assegurar
de forma mais efetiva o acesso aos direitos trabalhistas e
previdenciários.
A exemplo do módulo do eSocial voltado ao empregador doméstico, já
em funcionamento desde de 2015, está sendo desenvolvida uma
plataforma simplificada que também será direcionada a outras categorias
de empregadores como as micro e pequenas empresas, MEIs - micro
empreendedores individuais - e segurados especiais, por exemplo. 
Em relação aos MEIs, é importante esclarecer que o eSocial será
destinado apenas àqueles que possuam empregados. Sendo assim, a
partir de julho de 2018, quando o eSocial torna-se obrigatório para este
público, os micro empreendedores individuais continuarão usando o
SIMEI, o sistema de recolhimento dos tributos em valores fixos mensais
do Simples Nacional voltado para o microempreendedor, para geração
da guia de recolhimento relativa à sua atividade como MEI. Aliado a isso,
passarão a utilizar o eSocial para o cumprimento de obrigações
trabalhistas, fiscais e previdenciárias relativas ao trabalhador que
empregar .
http://portal.esocial.gov.br/noticias/esocial-sera- implantado-em- cinco-fases- a-
partir-de- janeiro-de- 2018

 

 
Fonte: Redação Portal do Grande ABC
Notícia cadastrada por: gustavo
Essa notícia foi visualizada por 68 internautas.
Imprimir
Entre em contato
Enviar para um amigo
Compartilhar:
http://www.facebook.com
http://www.twitter.com
http://www.orkut.com.br
http://games.pgabc.com
Nome
E-mail
Estado
Cidade
Comentário


Voltar

Categorias
Educação ( 456 )
Saúde ( 299 )
Lazer e Cultura ( 922 )
Esportes ( 2172 )
Cidade ( 7166 )
Política ( 638 )
Veículos ( 152 )
Acontecimentos ( 4080 )
ABC ( 7 )
Nutrição e Saúde ( 184 )
Portal Empregos ( 73 )
Release ( 93 )
Imprensa Ana Stoppa ( 316 )
Comendo e Bebendo ( 1 )
Hebrom Facilitys ( 16 )
Copa do Mundo 2014 ( 29 )
Portal Planeta Saudável ( 15 )
Due Assessoria de Imprensa ( 8 )
Neosono Odonto&Sono ( 5 )
teste ( 1 )
Meta Contábil Assessoria ( 12 )
Desentupidora Destak ( 17 )
Publicidade
Intec
Publicidade
Thunder lateral
Publicidade
Receitas da tia Cleide Áquario de São Paulo Portalzinho lateral Ademar Guerra Jornal Portal do Grande ABC
Jornal do Portal
JUNHO DE 2016
Versão digital e gratuita. Leia!
Assine Nosso Feed
Enquete

Estamos de cara nova! O que você achou do novo Portal?

Rápido e fácil de navegar

Ainda pode melhorar

Boa ferramenta de pesquisa

Está atendendo às expectativas

Usuarios

Visitas: 538 Online

Serviços

O Portal que faz a diferença



Copyright 2005 - 2011 Portal do Grande ABC- Todos os Direitos Reservados